Glaucomas secundários

Define-se como glaucoma primário aquele em que não encontramos uma causa sistêmica ou ocular que o justifique. Ao contrário, será secundário quando esta causa, ocular ou sistêmica, puder ser determinada.

De acordo com a causa, os glaucomas secundários são classificados como: glaucomas associados a alterações do endotélio corneano, da íris, do cristalino, da retina, do vítreo e coróide, relacionados a elevação da pressão episcleral, a tumores intra-oculares, à inflamação ocular, à hemorragia intra-ocular, induzidos por uso indiscriminado de corticosteróides (principalmente na forma de colírios), trauma ocular e pós-cirúrgicos.

Voltar

MENU